PROJETO BIORIO

Incentivo a educação, cidadania, e o fortalecimento do capital social no meio rural, para melhorar a gestão administrativa e financeira da Bio Rio.

A associação da População Tradicional da Biodiversidade da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru – BIORIO fica localizada na Comunidade São Francisco do Iratapuru às margens do Rio Iratapuru, tendo como diretor presidente Marcos Furtado Freitas, tesoureira Eroilza Alves do Santos e secretaria Osenira Pereira secretária, foi criada em 2008, com intuito de se trabalhar o desenvolvimento social da vila São Francisco do Rio Iratapuru.

A BIORIO foi contemplada pelo Edital 2019.1 do Fundo Iratapuru com o projeto em questão que viabilizou alternativas para o incentivo a educação e cidadania com a concessão de bolsas de estudo para jovens da comunidade São Francisco do Iratapuru, fortalecimento do capital social no meio rural com a compra de equipamentos de escritório para a diretoria da BIORIO, apoio logístico em viagens para atividades inerentes ao projeto, serviços de manutenção para trator comunitário, pagamento de serviços de consultoria contábil a aquisição de duas máquinas roçadeiras, divulgação dos resultados do projeto.

BIORIO1.jpg

Para mim o projeto de concessão de bolsas de estudo tem dado retorno positivo para a comunidade sendo que um dos principais objetivos é gerar mão de obra local para trabalhar em prol da comunidade, gerando emprego e oportunidades para os jovens que não tinham condições de se manter na cidade, eu fiz parte dos primeiro projeto de bolsas onde eu e mais 4 jovens foram contemplados com a bolsa no curso técnico em agropecuária na escola Família Agrícola do Pacuí em 2010, e posteriormente outra leva de estudante nos anos seguintes, e hoje temos jovens já trabalhando em prol da comunidade. A continuidade dos projetos em 2019 veio com algumas mudanças onde foi criado um comitê para a gestão do recurso. Em 2019 tivemos 16 alunos matriculados onde 11 deles ainda permaneceram até o final do projeto sendo 06 de nível superior, 03 do nível médio, e 02 do nível técnico, em cursos variados na área ambiental, pedagogia, e administrativo. Hoje temos 3 jovens que trabalham diretamente com o cooperativa e associação, e os outros prestam serviços indiretamente para a comunidade.

A BIO RIO não possuía local de trabalho adequado, e nem computador para organizar prestações de conta e outras trabalhos essenciais para se organizar em documento digital, a aquisição desses de material de escritório veio pra fortalecer a demanda de trabalho da diretoria da BIORIO, tornando os trabalhos mais organizados e eficazes.

Para realizar as atividades inerentes ao projeto tornou-se fundamental recursos para apoio logístico visto que as atividades eram distribuídas em laranjal do Jarí e Macapá e Iratapuru.

Os serviços de manutenção do trator comunitários foi pensado para manter o trator funcionando em bom estado e garantindo assim os serviços essenciais dentro da comunidade, como coleta do lixo, carregamento de mercadoria, entre outros, isso faz com haja união e melhor convívio social.

A garantia de recurso para um profissional de consultoria contábil previsto neste projeto é de extrema importância, pois a BIORIO assim garanti as prestações de contas e todos os balanços financeiro tanto dos projetos quanto gastos da diretoria.

A compra das máquinas roçadeiras vem impactando positivamente na limpeza da vila, onde os comunitários se reúnem através de mutirões para fazer a roçagem nas áreas de tráfego e a redores da vila, tornando as áreas mais seguras contra animais peçonhentos e como resultado uma paisagem mais bonita.

E por último e não menos importante os recursos para divulgar os resultados do projeto, este pra mim tem papel muito importante pois expandi a atuação da associação em mostrar o quão de benefícios o fruto do trabalho extrativista vem trazendo como retorno para a comunidade que hoje chamado de fundo Iratapuru e que possibilita a implantação de todos essas atividades do projeto citadas acima.

6648368_thumb_edited.png
6648368_thumb_edited.png

Depoimento da ex-bolsista Sandra dos Santos Viana sobre uma visão geral do projeto