• Secretaria Executiva RDSI

Por que o Fundo Iratapuru existe?

Atualizado: 15 de fev. de 2020



O Fundo Iratapuru é proveniente da Repartição de Benefícios por conta da parceria comercial entre a Natura e a COMARU (Cooperativa Mista dos Produtores e Extrativistas do Rio Iratapuru).

O principal objetivo do fundo é financiar projetos que promovam o uso sustentável e a conservação da biodiversidade da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru (RDSI), importante maciço de castanhais da Amazônia Oriental, e das suas comunidades do entorno.

Em 2018 a comunidade de São Francisco do Iratapuru, através da COMARU, resolveu ampliar o acesso ao fundo para outros produtores e a partir de então todas as comunidades do entorno da RDSI, de acordo com o plano de manejo, podem se beneficiar. A reestruturação previu também a inclusão de instituições de pesquisas, que, juntamente com as comunidades, podem ser escolhidas por meio de editais.

Este é um dos primeiros exemplos de Fundo de Repartição de Benefícios em um panorama Nacional, tendo como referência somente os Fundo da Reserva Extrativista Chico Mendes e o das comunidades da região do Médio Juruá.

O Comitê Gestor do Fundo Iratapuru é composto por 6 organizações, sendo 5 delas deliberativas: COMARU, BIORIO, SEMA/AP, Natura e Fundação Jari e 1 consultiva: RURAP/AP. Cada organização possui 2 representantes, um membro titular e outro suplente. Além dos 10 membros do Comitê, o Fundo ainda conta com a colaboração da Analista Executiva Bruna Oliveira Ferreira na Secretaria Executiva do Fundo responsável pela administração, gestão, monitoramento e a implementação dos projetos.


51 visualizações0 comentário